Os Humanos do Orkut

Uma análise antropológica dos seres que habitam o orkut!

Campanha política no Orkut gera multa a vereador - Notícias

Written by Copiador Descarado on 6:45 PM

A criação de uma comunidade no Orkut poderá custar o equivalente a R$ 21,2 mil para o vereador da cidade gaúcha de Santa Maria Tubias Calil (PMDB). Candidato a deputado estadual, Calil usou o site de relacionamentos na Internet para lançar sua campanha a deputado estadual antes do prazo permitido pela lei.

Conforme relata o jornal Zero Hora, a comunidade foi batizada 'Tubias para Deputado Estadual'. A página, criada no final do ano passado, foi considerada como sendo propaganda extemporânea, segundo o juiz eleitoral Vanderlei Deolindo.

O vereador foi condenado ao pagamento de uma multa de 20 mil unidades de referência fiscal (UFIRs). Segundo Tubias, a página foi criada por uma assessora sem que ele soubesse. O vereador disse não ter feito nenhuma manifestação defendendo sua candidatura. Para o juiz, no entanto, o vereador sabia da existência da comunidade e dela participava. O parlamentar ainda poderá recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Fonte: Zero Hora

Noivas do Orkut influenciam mercado - Variedades

Written by Copiador Descarado on 10:54 PM


O contato virtual de noivas, realizado por meio do Orkut está ditando o comportamento do mercado de casamentos na Capital cearense. Iniciada há pouco mais de um ano, a comunidade “Noivas de Fortaleza-CE” já conta com 816 integrantes, que trocam informações sobre serviços e preços de toda a cadeia da indústria de sonhos, que envolve o enlace matrimonial.

Cerca de cem tópicos, incluindo dúvidas e dicas sobre decoração, cerimonial, vestido de noiva, igreja, buffet, lembrancinhas e muitos outros itens relacionados ao universo de quem pretende casar estão disponíveis na comunidade virtual.

A iniciativa abriga também um tópico exclusivo para quem deseja divulgar seus serviços. De olho no espaço que vem se consolidando como formador de opinião, alguns segmentos do mercado de casamentos estão aproveitando a oportunidade para fechar negócios. Do outro lado, os integrantes da comunidade estão mais fortes para barganhar preços e exigir melhores serviços.

Renata Braga, mentora e moderadora da comunidade criada em fevereiro do ano passado, não imaginava na época que a rede virtual de relacionamentos poderia interferir tão fortemente nas relações do mercado de casamentos. “Vou casar em dezembro deste ano e por isso sentia a necessidade de dividir minhas dúvidas e preocupações com alguém. Visitei o Clube das Noivas, uma comunidade do Orkut que só tratava da realidade desse mercado em São Paulo. Foi então que decidi abrir a nossa comunidade”, relata.

Ela garante já ter comprovado a força da comunidade. “Quando fui contratar a filmagem, num estúdio aqui da cidade, consegui um desconto de R$ 300,00 só por causa do nosso grupo de relacionamentos. Ao informar que faço parte da “Noivas de Fortaleza-CE”, baixaram o preço de R$ 1,5 mil para R$ 1,2 mil”, exemplifica.

INFLUÊNCIA - Outro exemplo de influência da sociedade eletrônica digital sob o mercado movimentado pelas noivas, aconteceu com a cerimonialista Wise Primo, da empresa RP Cerimoniais, localizada no bairro de Jacarecanga, que foi a segunda pessoa a entrar para a comunidade virtual de noivas. “Meu objetivo inicial era também pegar dicas, pois além de cerimonialista estava nos preparativos para o meu casamento. Com o tempo fiz amizades e foi só aí que revelei o meu trabalho, que deu uma guinada depois do Orkut, uma verdadeira injeção de demanda de cerimoniais”, lembra.

A amizade das integrantes da comunidade é fato real. Sempre no último sábado de cada mês, as noivas ultrapassam a dimensão virtual e se encontram pessoalmente para trocar experiências e fortalecer a rede de relacionamentos existente entre elas. “Algumas que já casaram levam seus álbuns de casamento e falam dos pontos fortes e fracos da cerimônia. Assim, um profissional ou serviço que não agradou, é imediatamente cortado das listas das noivas. Mas se, ao contrário, ele foi eficiente, acaba ganhando novos clientes”, explica a cerimonialista.
(“Noivas de Fortaleza-CE”)


Ângela Cavalcante
Diário do Nordeste

Praga que rouba dados se espalha pelo Orkut - Utilidade Pública

Written by Copiador Descarado on 9:28 PM


Está circulando pelo Orkut uma praga que é capaz de enviar scraps (recados) automaticamente para todos os contatos da vítima na rede social, além de roubar senhas e contas bancárias de um micro infectado através da captura de teclas e cliques.

Apesar de que aqueles que receberem o recado precisam clicar em um link para se infectar, a relação de confiança existente entre os amigos aumenta muito a possibilidade de o usuário clicar sem desconfiar de que o link leva para um worm. A mensagemenviada é a seguinte:


Dá uma olhada nas fotos da nossa festa, ficaram ótimas. [link
malicioso]


Ao clicar no link, um arquivo bem pequeno é baixado para o computador do usuário. Ele se encarrega de baixar e instalar o restante das partes da praga, que enviará a mensagem para todos os contatos do Orkut.

Além de simplesmente se espalhar usando a rede do Orkut, o vírus também rouba senhas de banco, em outras palavras, é um clássico Banker. Bankers são muito comuns no Brasil e chegaram em segundo lugar no top 10 das pragas mais ativas em abril, de acordo com o que a Linha Defensiva observou no fórum.

É raro que um Banker inclua rotinas para se espalhar para outros sistemas, mas isso está ficando cada vez mais comum com as pragas que enviam mensagens pelo MSN e agora com este worm que envia automaticamente os recados para o Orkut.

Caso seu computador tenha sido infectado, acesse o site Linha Defensiva:

http://linhadefensiva.uol.com.br/2006/05/orkut-festa/

Ministério Público ameaça tirar Google do Brasil - Notícias

Written by Ombudsman on 1:03 AM


SÃO PAULO - O Ministério Público Federal de São Paulo (MPF-SP) pedirá à Polícia Federal que abra inquérito policial contra o Google para apurar crime de desobediência, favorecimento pessoal e co-autoria de prática de pedofilia.

A notícia acima é da Info Online . Por incrível que pareça, verdadeira.
O MP quer que o google seja responsabilizado por propagação de pedofilia na internet, pede ainda que o Google quebre o sigilo dos usuários do orkut?!

Medidas Cabíveis

Finalmente o MP público acertou no procedimento a ser tomado: Expulsar o Google do país.
Por mais ridículo que isto seja, é a única coisa que podem fazer legalmente contra um site estrangeiro. Expulsar no sentido de remover a sede e bloquear os domínios.

Ou seja, tiveram humildade, ditas em outras palavras, em dizer que não podem fazer nada legalmente contra o Google e/ou qualquer outro site estrangeiro aqui no Brasil. Muito menos obrigá-los a forcercer tais dados.

Não permitir o acesso aos domínios google.com.br, orkut.com, google.com, gmail.com é a única medida que poderiam adotar para "penalizar" o Google.

Culpa

Primeiramente, o que o orkut faz é apenas o que a internet toda faz. Tem pedofilia? Tem. Tem brigas facções criminosas!? Existe! Mas a internet toda está repleta disto. Se vão bloquear estes domínios, permitam bloquear a internet toda. Pois fora do orkut também há pedofila, e anônimo também.

Chantagem

A proposta é a seguinte: Ou vocês dizem que são os usários ou nós fechamos o google ao público brasileiro. Eu encaro isso como uma medida nervosa, desequilibrada, típica de países ditatoriais.

PROXY (Paraísos Digitais)

Mesmo que façam uma barreira digital contra todos os domínios do orkut, há diversas maneiras de se acessar um site estrangeiro sem passar pelas linhas digitais do país. É o uso de proxy. Na verdade, o que ocorre é o seguinte: O usuário usa uma camuflador que coloca como se seu acesso viesse de outro país, assim como fazem com lavagem de dinheiro, mandam pra outro país, e depois ele volta devidamente lavado.
Existem diversos paraísos digitais e estes SIM que deveriam ser alvo de toda a justiça do mundo contra pedofilia.

O Internet Explorer assim como qualquer outro navegador permite o uso destes, aliás, já vem tudo pronto para o uso destes. São eles criminosos por incentivarem o crime!? Creio eu que não.
Assim como não é o Orkut, muito menos o Google.

Liberdade

Palavra muito perigosa para países como o nosso. A internet é uma das ferramentas mais democráticas do mundo (claro, a partir do momento que você tem um computador conectado a ela). Retirando alguns milhões de pessoas, outros milhões aindam sobram. Destes, formadores da classe A e B são a maioria. Como aquela conversa já batida desde escola: São os formadores de opinião.

Eleições

Formadores de opinião... Elições. Vêem algo relacionado entre eles?

Política. Votos. E talvez uma das campanhas mais abertas que teremos. Com denúncias anônimas, com verdades, ou mentiras, que podem ser ditas sem o medo de retaliações. Não retaliações como na ditadura, não digo isto. Mas sim, retaliações que serão presentes sempre: Demissão, Favores políticos, Favores financeiros. Estas serão mais difíceis de serem colocadas em práticas pois todos que tem um pouco de medo, poderão fazer suas denúncias. Com o google video (serviço para visualizar vídeos por todo canto do mundo), com o YouTube (serviço semelhante ao googlevideo) teremos um grande serviço a pouca memória dos brasileiros. Lembraremos de antigas propagandas políticas, mentiras, que nunca foram verdades.

É, a revolução digital está aí. Realmente, como disseram um vez
A revolução não será televisionada.

----

leia mais:
http://info.abril.com.br/aberto/infonews/052006/18052006-12.shl

Prova obtida no Orkut é aceita em processo trabalhista - Notícias

Written by Copiador Descarado on 12:32 PM


O Orkut, conhecido site de relacionamentos da Internet, foi aceito como elemento de prova em recurso de processo trabalhista, julgado pela 1ª Turma do TRT da 4ª Região. No processo discutiu-se a ocorrência de justa causa praticada por um empregado da Associação Antonio Vieira, mantenedora do Colégio Anchieta, tradicional instituição de ensino de Porto Alegre. Segundo o tribunal, o empregado fornecia fotocópias a estudantes para elaboração de “colas”, configurando mau procedimento.

Operando máquina instalada na biblioteca do colégio, o empregado elaborava cópias reduzidas e plastificadas do conteúdo didático ensinado por professores. O material era usado por alunos para fraudar os exames escolares como auxílio à realização das provas, ou seja, a conhecida “cola”.
Diante das alegações a respeito do desconhecimento da finalidade do material por ele produzido, uma homenagem dos alunos ao referido empregado foi apresentada como prova do mau procedimento: a criação, no Orkut, de uma comunidade de amigos do funcionário, tendo mais de 500 membros.

Entre os depoimentos de alunos coletados no Orkut e usados pelo colégio como uma das provas de participação do empregado na fraude das provas escolares estão as seguintes mensagens: “Parabéns, seu ... completando mais um ano e, neste ano, vai nos ajudar a fazer mais colas para passar nas provas!”;
“Grande ... ! O cara mais parceiro do colégio. Sempre fazendo minhas colas e ajudando a passar de ano!”;
“Quem não cola não sai da escola. Ainda bem que temos o seu ...”;
“Seu ..., feliz Natal. Graças a ti eu passei por média.”
O relator do processo no TRT-4, juiz Ricardo Hofmeister de Almeida Martins Costa, considerou que o empregado incorreu em quebra do princípio da boa-fé objetiva e aos deveres dela decorrentes.

Apesar de o funcionário ser membro da CIPA e do Conselho Fiscal de seu sindicato profissional - o que lhe garantiria proteção provisória contra despedida - os juízes da 1ª Turma acolheram o recurso do Colégio Anchieta e julgaram procedente a demissão por justa causa, alterando a decisão proferida em primeiro grau. O advogado Nestor José Forster atuou na defesa do Colégio Anchieta. (Proc. nº 00080-2005-013-04-00-0 - com informações do TRT-4 e da base de dados do Espaço Vital ).

O processo não tramita em segredo de justiça. O Espaço Vital não informa o nome do reclamante porque – inadmitido recurso dele ao TST – ainda pende julgamento de um agravo de instrumento.

Espaço Vital
Jornal do Comércio

Boatos no Orkut tumultuam Escada (PE) - Notícias

Written by Copiador Descarado on 12:11 PM

A elite da sociedade deste município está em polvorosa. Tudo, acreditem, por causa do Orkut. Você, caro leitor, pode até não saber como funciona o site de relacionamento mais conhecido do mundo. Mas a maioria das donas-de-casa e comerciantes de Escada, mesmo os analfabetos no uso da internet, sabe explicar a rede que facilita o contato entre usuários de computadores. E por que o grande e súbito interesse numa cidade com 57 mil habitantes? Há mais de dois meses, cerca de 40 senhores de família e jovens das classes média e alta de Escada são vítimas da divulgação de boatos sobre a intimidade deles, nas páginas do Orkut. Quando menos esperam, tomam conhecimento de que seus nomes estão envolvidos em minicapítulos de uma narrativa que mistura informes de traições, homossexualismo e prostituição. A história é novelesca, curiosa, preocupante e virou caso de polícia.

Os relatos não poupam quase ninguém. O prefeito, o padre, o juiz, o promotor, o vereador, a professora, o comerciante, o vizinho e o amigodele - todos são citados em textos divulgados no Orkut. "Fulana traiu sicrano com beltrano, no dia tal, em tal lugar" - frases assemelhadas (em que aparecem o nome das pessoas) compõem os textos. "Eu fiquei de fora, mas muitas autoridades foram envolvidas. É um absurdo, mas é verdade", disse o delegado de Escada, Tadeu de Jesus Cândido. Responsável pela investigação do caso, ele é o único a conversar sobre o tema abertamente. Os demais moradores temem reações de seus conhecidos. Os detalhes das versões incomodam e fazem crer que o autor conhece a rotina dos seus personagens. Os textos são veiculados em grupos específicos do Orkut - chamados pelos usuários de "comunidades". Os autores dessas comunidades usam nomes falsos. Elas ficam no ar temporariamente, por um ou dois dias. O tempo suficiente para causar a confusão e propagar as mensagens. O maior número de palavras de baixo calão e os ataques mais ácidos saíram das "comunidades" intituladas Os podres do povo de Escada e o Oscar dos podres do povo de Escada. Neste, o autor tentou denegrir a imagem dos cidadãos, criando um falso ranking de "gays" e "cornos" da cidade, entre outros.

O assunto domina as conversas nos bares e nas calçadas. Uns, têm medo de ser a próxima vítima ou de um novo ataque; outros, comentam a balbúrdia causada pelos textos publicados no Orkut. Os mais "afoitos" - como eles se autodefinem - imprimiram algumas páginas antes de retirarem do ar. Agora, têm em mãos folhetins disputados. Os ofícios passam de mão-em-mão, como se fosse algo ilegal. A campanha é uma versão atualizada dos folhetos apócrifos que falavam da vida alheia e eram, há décadas, colocados sob as portas.

Sete pessoas envolvidas foram procuradas pelo jornal, mas não quiseram comentar ou não retornaram às ligações. O Diario tentou ouvir o prefeito Jandelson Gouveia Por meio da assessoria, ele sabia do tema da reportagem e não respondeu.

FONTE: Diário de Pernambuco

Fotos que mudam no álbum- Novo bug no orkut - Curiosidade

Written by Ombudsman on 7:42 PM


Vejam só este profile. Provalmente um dos primeiros a utilizarem do BUG para dar asas a sua criatividade.
No álbum dele, o detalhe nas fotos.

???

Antes que se perguntem o que há demais nas fotos, dêem um clique e as veja ampliadas no álbum e se surpreendam.

Como?

Este erro ocorre geralmente quando os ususários fazem um novo upload de fotos. As antigas continuam no tamanho pequeno, enquanto as grandes já está devidamente atualizadas pelo sistema. O usuário em questão resolveu usar este erro para dar este efeito. Porém, conseguiu prolongar por um pouco mais de tempo.


Atualização

Resta saber se na próxima atualização, que é feita automaticamente pelo orkut das fotos e "mini-fotos", o álbum dele vai perder essa graça.

Matéria Jornalística sobre orkut. Apenas mais uma!? - Notícias

Written by Ombudsman on 9:34 PM

Matéria exibida no Fantástico em 30/04/2006 sobre o orkut.

Aquele velho blábláblá de sempre: que vão prender tais pessoas, que o ministério público vai agir, polícia federal, power rangers e etc.

Ação da Polícia

Como sempre não chegam a lugar algum. Claro excetuando-se casos em que a polícia federal joga "um verde" ou seja, cria uma situação na qual o "criminoso" é pêgo por um novo delito e não pelo qual ele cometeu, e sim fazendo ele confessar outros.

Quebra de sigilo

A única novidade é a recente quebra de sigilo por meio do procurador Sérgio Suiama de algumas comunidades relacionadas com racismo e nazismo. Sendo que participar de grupos de discussão destes dois temas nunca foi crime. História, antropologia. Já ouviram falar isso!?

Fakes

Essas comunidades são habitadas quase que exclusivamente por fakes que, em vez de fotos, exibem no profile símbolos de suas revoltas internas que carregam consigo, assim como na vida real não em uma tatuagem, então por isso o motivo do do fake. Ainda existem a questão de anônimos. E Anônimos de fakes. Trabalhão em polícia!? Sem contar que isso no exterior!? Sem contar em mensagens e tópicos apagados...

...

Fora do Ar - Nota do Editor

Written by Ombudsman on 8:53 PM

Leiores do blog, peço desculpas pela falta de atualização do site. OHDO esteve alguns dias sem nenhuma novidade por problemas técnicos. (Sejamos sinceros com vocês, meu pc quebrou). :)
Porém, nesta semana que passou, surgiram várias novidades e o orkut apresenta algumas pequenas mudanças.

Dentre elas, podemos citar a forma refinada de pesquisa dentro da comunidade, com objetivo de facilitar a localização de amigos participantes da mesma.

Leia mais em:
http://undergoogle.blogspot.com/2006/05/novos-recursos-orkut.html

Proposta

Este blog tem como objetivo expor e tentar analisar as relações sociais e a interferência cultural entre os seres que habitam o orkut.




Want to subscribe?

Subscribe in a reader.